5 de março de 2014

^^)


Se eu te contar amor, em quantos sonhos meus você vive, em quantos abraços meus você cabe e quantos sorrisos meus te pertencem, você chega? Traz uns cigarros, um café e músicas novas, traz o coração, moço. Enche a casa, dança aquela velha canção que a minha vitrola adora tocar e fica. Fica para cuidar do cachorro, para fazer o café, para cantar no fim da tarde, fica para me cuidar. Aproveita e rega as flores lá fora, elas vivem tão saudosas quanto eu. Me inspira em novos livros, em novas cores, em novas músicas. E quando resolver ir embora, não se demore em qualquer lugar, a casa te espera sempre aberta, moço, e dentro dela meu abraço apertado, meu riso excêntrico e meu beijo folgado.


____________Natália Brandão 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!