30 de março de 2014

♡ ♡


"Quando a gente ama, não há fim, 
não há mapa, não há tristeza sozinha, 
não há taxímetro estipulando preço. 
As paredes dão licença. 
As estátutas conspiram datas.
 As datas mudam de lugar. 
É uma corrida solta, dispersa,
 distraída como uma alegria nova."

_________Fabrício Carpinejar  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!