14 de fevereiro de 2014

^^


Dai-nos, meu Deus, um pequeno absurdo quotidiano que seja,
que o absurdo, mesmo em curtas doses, defende da 
melancolia e nós somos tão propensos a ela.

Garanti-nos, meu Deus, um pequeno absurdo cada dia.
Um pequeno absurdo às vezes chega para salvar.

__________Alexandre O’Neill

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!