3 de outubro de 2013




"Há momentos em que eu considero a minha parada. 
Eles são os únicos onde ninguém e nada pode me distrair, aqueles com acesso restrito. 
Momentos reservados, momentos que me levam 
a tremer só de estar pensando em você...”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!