9 de maio de 2012

Carinhos sem fim...

 

Dentro dos meus braços,
os abraços hão de ser milhões de  abraços.
Apertado assim, colado assim, calado assim.
Abraços e beijinhos e carinhos sem ter fim...

______Vinícius de Moraes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!