17 de abril de 2012

Observe com muita atenção...

 

Neste mundo de disfarces e máscaras,
 o mais puro torna-se confuso
 e fica difícil distinguir o real do trivial, 
o banal do essencial.
Às vezes uma zanga é mais honesta 
que um sorriso disfarçado de mentira, 
uma palavra dura é mais sincera que
 um carinho fictício que se dissolve na rotina da vida.
Às vezes não damos valor a honestidade 
das pessoas que ainda mantêm a verdade, 
nos deixamos levar pelos que dizem os outros,
 fica mais fácil de acreditar nas pessoas com disfarces.
E no fim, quando já ninguém tiver um disfarce, 
quando apenas fique sua verdade de amar, 
talvez você se veja sozinho, repousando os dias de sua vida em que encontrou o amor e o deixou passar, 
em que encontrou a lealdade e não soube valorizar, 
porque era mais simples flutuar que arriscar de verdade, que se entregar até o final.
Não deixe que enganem você, observe com muita atenção depois de simplesmente olhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!