3 de abril de 2012

É preciso saber sentir, mas também 
saber como deixar de sentir...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!