16 de abril de 2012

Amor...


 "Amor é brisa que canta e encanta deixando momentos no ar...
São ventos leves frescos, e muitas vezes, 
fortes quentes que açoita a pele da gente
 em murmúrios carentes implorando um pouco de amor.
Esse amor que amanhece e anoitece com uma doce sensação
de amo você demais e me deixe te acarinhar
 e te levar na paz do meu sorriso.
Mas com a suavidade da ternura permita
 o sonho para que deixe sempre
um gosto doce e amado de eu preciso de você.
Porque preciso te amar e acarinhar no balanço dos ventos,
até a saudade acabar...
Esse é o amor, um ícone deixando o amor 
forte e belo para sempre.
Até depois que a vida passar..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!