5 de novembro de 2011

"Há uma porção de coisas minhas que você
não sabe, e que precisaria saber para
compreender todas as vezes que fugi
de você e voltei."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!