23 de outubro de 2011


A 'milionésima parte de diferente'
faz a essência
do meu desejo de te ter para sempre
e não querer mais nada ter
Sem te ter muito
tenho ainda para querer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!