13 de outubro de 2011

"Falo do amor ao despertar,
falo do amor quando sonho,
com as flores, com os campos,
as fontes, os ecos, o ar, os ventos,
e se não houver alguém que me escute,
falo deste amor comigo mesmo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por borboletar aqui!